Arquivo de Tag | descrevo

Amor céu, infinito.

Fostes meu céu,

quando eu não tinha mais chão,

e então pude voar.

Como é possível não te amar?

Amo tão intensamente que o que sinto

está a ponto de explodir em estrelas

que brilharão no infinito

quase palpável de meu coração.

Coração a céu aberto,

estrelas convertidas em palavras.

Palavras que tomam vida

e andam pelos caminhos

que eu ainda não posso trilhar.

Palavras que são mais do que verdade,

além de minha sanidade.

Descrições do que significas,

loucas alusões

ao meu amor nada figurativo.

És o certo que me conforta,

a dúvida que me enlouquece,

o meu crer, o esperar, o rir e o chorar.

És minha calma,

reconfortante ao te lembrar

e minha ira torturante

ao saber que tudo simplesmente

escorre pelos vãos de minha vida.

És meus sonhos em sono tranquilo

e também o que não me deixa dormir

quando sufocada por tua falta.

És o que escrevo, o que descrevo,

a insistência do meu coração,

minha paz, minha razão.

E agora, és nesse momento,

meu desejo de escrever poesias infinitas,

tão infinitas quanto o céu,

esse que a mim fostes,

quando me fizestes sentir

que estava pronta para voar.

*

Enluarada

*

“Encontre-me na metade do caminho,  através do céu, fora de onde o mundo pertence a somente você e eu…”  ( Kenny Loggins – Meet Me Half Way )

Anúncios