Te amo…simples assim.

Eu te amo mesmo assim im(possível),  in(acessível)…pois tudo é realidade em meu coração.

Te amo  em linhas, rimas, te amo em semente e grão que planto e rego à espera de que brote no solo de teu coração.

Te amo  em meus momentos de loucura quando pareço inconsequente, quando agito as marés com minha força de Lua em fases.

Te amo nos dias ensolarados onde meu sorrir ilumina, e nos nublados quando o abraço se faz necessário para aquecer.

Te amo quando levanto meus olhos às estrelas e tenho a certeza que de onde elas estão, elas podem te ver, mas eu não.

Te amo pelo que vi, pelo que senti, pelo que ouvi. E amo ainda mais pelo que desejo desvendar no momento do encontro de nossos olhares.

Te amo nos meus sonhos, onde posso então beijar-te, te amo entre lençóis onde a saudade me consola, pois me lembra que existes dentro de mim.

Te amo na loucura, e mais ainda na lucidez, te amo mesmo enquanto me respaldo em um talvez.

Te amo pelo tempo, pelo céu e pelo chão, te amo pela vida, te amo sem medida.

Te amo até mesmo quando penso que não te amo, porque quando penso que não te amo dói. E então desisto da dor.

Te amo, mas tanto, que se não me amares,  saberei que se assim for feliz é o que realmente importa. Te amo livre, gaivota.

Te amo em desbravo do meu coração, que em alarde implora percorrer este chão, chegar bem perto sem que percebas, apenas olhar-te já me extasiaria.

Saber ao certo o tom de tua pele, o nuance da cor de tua íris, o formato de teus lábios e como  sorri.

Tentaria sentir teu cheiro de longe, imaginaria teu gosto em meu paladar, não cansaria de te olhar…apenas olhar.

Te amo mesmo sem tocar-te , porque não te ter não é empecilho para amar-te. Porque é assim que te sinto, nas palavras perdidas em mim.

Te amo nas vezes que duvido e então volto atrás, porque não quero acreditar que não me queiras nem um pouco, meu coração se recusa.

Te amo além da distância e do tempo, além da força das circunstâncias,  além de tudo o que é princípio, de tudo o que é fim.

E como Lua que sou, me contento com tua luz de Sol distante, que raia em meus dias nublados por vezes me salvando da escuridão.

Ver-te sorrindo seria a mim, o mais belo vislumbre do mais belo pôr do Sol. Se olhasses em minha direção, me sentiria iluminada, aquecida.

Porque te amo sem direção e sem dimensão. Te amo em quimera, te amo em espera.

Te amo infinito, quando entendo e acredito, te amo porque és como és, te amo quando lembro e quando me esqueço também.

Te amo enquanto as palavras não são suficientes, te amo com esperança abrangente, ontem, hoje e eternamente.

*

Enluarada

*

Quando minha vida parecia errada, você conquistou o meu amor…eu estarei aqui, enquanto houver esperança, eu só queria estar perto de você esta noite, contudo estarei procurando por você, mesmo que você esteja em algum outro lugar, meu amor irá como um pássaro em seu caminho de volta para casa… só quero que você saiba que eu posso esperar eternamente, se você quiser, eu sei que vale a pena isso tudo... I can wait forever – Air Supply

Anúncios

2 pensamentos sobre “Te amo…simples assim.

  1. A poesia simples assim… se encaixou perfeitamente no momento em que estou vivendo… Parabéns pela inspiração, desejo que a mesma não seja fruto de tanto sofrimento, mas como amar sem sofrer…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s